Passado o excesso de emoção de um dia feito com paixão, regresso à racionalidade para analisar o que correu bem, o que foi menos bem ou menos bom, o que se poderia ter feito, o que se fez, o que falhou, o que esteve perfeito. Mas isso não vou fazer aqui, neste texto, claro. Aqui, venho agradecer! Agradecer a todos os que tornaram possível o Lavorada 2022. O projeto é meu, mas sozinha não sairia da minha cabeça.
Não é por um acaso ou intenção comercial que a Tua Vinharia se junta ao Lavorada para realizar esta série de workshops. A Calita, a proprietária, apaixonada pelo tricot, sempre soube que a mesa de mais de dois metros da loja seria mesa redonda para aficionados do tricot. Reunidas várias paixões e gostos comuns, eis-nos a apresentar o workshop de tricot mais cool de sempre, o A Agulha Vai Torta.
“Os lavores não morrem”, um fio de conversa com duas artesãs poveiras, a Antónia Gomes, criadora da Branco Chá e a Cristina Figueiredo, criadora da Bamboo, a historiadora de arte, Sandra Amorim e a museóloga e directora do MMEHPV, Deolinda Carneiro.
Em dia de sol e muito calor, debaixo das frescas e apetecíveis sombras das árvores...