Programação Festival Lavorada 2024
15 Junho · IV Edição

apresentação pública da Associação Lavorada

14 junho · 21h00 - Biblioteca Rocha Peixoto - Póvoa de Varzim

Link

o caminho que já percorremos e o tanto que queremos andar! venha o futuro.

experimentar

11h00 - 13h00

Link

voltamos a ter máquinas de costura e de tricotar para que os mais curiosos possam experimentá-las

exposição

de 14 a 30 junho

Link

"colchas da devoção", os lavores como elemento central no espaço sacro efémero

FESTIVAL LAVORADA 2024

Realiza-se a 15 de junho a IV Edição do Festival Lavorada, no jardim da Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, Póvoa de Varzim.

O festival inteiramente dedicado aos lavores, com uma programação que proporciona aos participantes um dia completo de atividades e muito convívio, promete este ano juntar muitas cidades, muitos grupos, muitas comunidades dedicadas aos lavores, à arte de Saber-Fazer com fios e agulhas.

Na edição deste ano, abordaremos as questões do mar, partindo de uma adaptação do verso do nosso cancioneiro, “Vamos ver o mar, apanhar conchinhas?”, feito numa interrogação que alude ao estado de poluição marinha e o impacto da ação humana nestes ecossistemas.

Este festival privilegia o convívio entre todos, em torno dos lavores que este festival quer celebrar, onde se trocam saberes e histórias e se trabalha em conjunto nos últimos retoques da yarn bomb alusiva ao tema do festival, que ficará nas árvores do jardim até à edição de 2025.

A parte da manhã será dedicada aos onze workshops que temos para oferecer, à demonstração do Ciclo do Linho e à experimentação da máquina de tricotar.

Para o almoço, a organização propõe um piquenique, desafiando os participantes a trazerem o seu almoço e fazerem do jardim da biblioteca uma grande mesa de convívio. Para os menos dados aos farneis, temos uma tenda de comes e bebes.

A tarde incia-se na sala infantil da biblioteca com a apresentação do livro "A Areia e o Mar", de Cândida Luz, com ilustrações de Cláudia Pinheiro.

A meio da tarde dar-se-á destaque às convidadas Mulheres do Linho, de São Pedro de Rates. Uma oportunidade de conhecer este projeto que trabalha na preservação dos saberes do linho e de usos e costumes em torno desta prática ancestral.

Este ano teremos como parceiros o Centro do Clima para levantarmos muitas questões na nossa tertúlia, que partirá do tema "fios que a terra tece e o mar leva", com Sara Rocha e Marta Vinhas.

Durante todo o dia, decorre uma Feira de Artesanato.

A exposição de fotografia "Colchas da Devoção", estará patente na galeria da biblioteca até ao final do mês. Um olhar sobre uma prática que recorre aos lavores para fazer de uma rua um espaço sacro efémero.

Decorrerá ao longo do dia a votação dos plátanos decorados no concurso Plátanos do Mar.

Há ainda um espaço dedicado às crianças, dinamizado pela Academia de Criatividade Barco de Papel e que proporcionará diversas atividades manuais ocupando as crianças ao longo de todo o dia.

Para terminar este grande convívio que é o Festival Lavorada, teremos Os Burricos para nos por a todos e dançar.

 

Toda a informação sobre horários, inscrições e temas do festival, encontra aqui, no nosso site. Se tiver alguma dúvida, não hesite em contactar-nos geral@lavorada.pt